Gondarém comemorou o “Dia Internacional da Pessoa com Deficiência”


A interculturalidade é uma grande oportunidade para fomentar a conceção de que todos pertencemos a uma mesma espécie, para tomar consciência de que nós, humanos, não somos todos iguais e que a diversidade não nos impede de vivermos todos juntos em harmonia. A interculturalidade, assim entendida, sem etnocentrismo, sem rótulos, enriquece-nos, porque, definitivamente, todos fazemos parte de uma grande família, todos somos pessoas e só devemos respeitar os nossos limites.
A escola é o local adequado para incutir nos nossos alunos a riqueza trazida pela diversidade. Deve criar um ambiente onde se apreenda uma “cultura do encontro”, convertendo-se no paradigma da tolerância. A tolerância implica a harmonia na diferença, no respeito, na aceitação e no apreço pelo “outro”.
Como tal, e com o objetivo de comemorar o “Dia Internacional da Pessoa com deficiência”, a escola Básica de Gondarém realizou atividades diversificadas que foram ao encontro desta temática e dinamizou um encontro entre pares com os utentes da Fundação A.J.G. Cunha.
Esta Fundação, sediada no Lugar de Gondarém, freguesia de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que tem como principal público-alvo as pessoas com necessidades especiais, as crianças e os jovens com deficiência. É hoje uma Instituição cada vez mais dinâmica, aberta à comunidade, com maior capacidade para responder às necessidades da sociedade e pretende num futuro imediato, criar uma resposta sólida no âmbito da intervenção precoce, para crianças dos 0 aos 6 anos que, sendo necessária para o concelho, já foi solicitada pela Fundação.
       Este encontro entre a Escola e a Fundação foi concretizado através da apresentação e exploração de uma história, por um pequeno espetáculo protagonizado por alunos e utentes, por oferta de presentes e culminou com um lanche convívio.
Esta atividade revelou-se um sucesso, pois, num ambiente em que a criança está inserida e pela socialização, os alunos incutiram, o respeito pelas diferenças e pelo “outro”. Valores como a humildade, generosidade, amizade, audácia, justiça, paciência e sinceridade, entre outros, são de extrema importância na educação das crianças e na formação do seu carácter.
Agradecemos a todos os utentes e colaboradores da Fundação a forma como fomos acolhidos.

Escola Básica de Gondarém

Ano letivo: 2014/2015